quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Os Menezes... Rompendo em Fé!

Começo está reflexão afirmando que este drama não é algo fictício, ou alguma copia de grandes roteiros que fazem sucesso na teledramaturgia brasileira ou coisa do gênero... se trata pura e simplesmente de uma novela da vida real. Nossa história se oficializou no dia 15 de dezembro do ano de 2006 foi o dia de nosso casamento, ele ocorreu na 1ª Igreja Batista de Macapá, “O lugar da Benção”, como ela é conhecida, foi um momento marcante e inesquecível, não somente porque a benção estava sendo derramada sobre mais um casal que se unia em uma só carne na presença poderosa de Cristo Jesus, mas porque havia ali uma prova material de que a família como instituição ainda possuía fortes pilares, e um deles era o Amor, sentimento que transbordava sobre nós, e este transbordar contaminou a todos os presentes, posso afirmar que foram momentos maravilhosos e marcantes, pois o Espírito Santo de Deus derramou sobre todos um sentimento puro e uma grande alegria. Nossa lua-de-mel foi um sonho realizado, a lua-de-mel que muitos mortais sonham ter, foram quinze dias lindos e ensolarados no nordeste brasileiro, com hotel cinco estrelas e muito romantismo, distribuídos em passeios, compras e jantar a luz de velas... Ao voltar da lua-de-mel nossos rostos brilhavam, não somente por conta da presença de Deus em nossas vidas, mais também pela alegria que contagiava não só a nos dois, mais a todos que nos cercavam. No dia 12 de janeiro do ano de 2007, quando se completavam 27 dias após o nosso enlace matrimonial, algo muito grave ocorreu, e é este o clímax desse nosso breve relato...


                                                              Casamento 15.12.2006


Após a virada de ano, exatamente no dia 2 de Janeiro de 2007, nos mudamos para o município de Laranjal do Jarí, cidade esta que deu a Júnior uma estrutura financeira para poder chefiar sua nova família, tudo decorrente da sua aprovação em um concurso público. Na cidade, nosso principal desafio foi montar nossa casa, pois nossa maior meta era o conforto e a segurança de nossa família. Nos três primeiros dias no município passamos por duas mudanças de casa, pois achamos uma casa mais segura e confortável para morar, tivemos que desmanchar tudo, e montar de novo... O dia 10 de Janeiro de 2007 foi marcado pelo dia da inauguração da nossa nova casa... o cansaço foi grande, mas a satisfação era maior... Para dar mais ação a nossa vida, no dia 11 de Janeiro de 2007 tínhamos que decidir entre, enfrentar a viagem de seis a sete horas de ônibus em estrada de chão para voltar a Macapá, pois seriamos testemunhas no casamento da irmã de Júnior, ou curtir a nossa casa e o inicio desta nova fase de nossas vidas, não foi uma decisão fácil, haja visto que seria muito desgastante para Gabriela nossa filha de apenas 3 anos recém completados na época enfrentar esta cansativa viagem de ônibus, mas por se tratar de uma data importante topamos enfrentar esta empreitada, e foi neste ponto de nossas vidas que se deu início há uma nova etapa, um novo momento, foi neste dia que passamos por algo grave citado mais acima, é aqui que começamos a narrar o drama pelo qual vivemos... No dia 12 de Janeiro de 2007, ao sair do trabalho Júnior se dirigiu a rodoviária da cidade para comprar os bilhetes de passagem para Macapá e grande foi sua surpresa ao ser abordado por um taxista que lhe ofereceu seus serviços pelo mesmo preço da passagem de ônibus, uma viagem de ônibus duraria desconfortáveis seis a sete horas como citamos acima, já de carro seriam cinco horas bem mais confortáveis e com parada na porta de casa, pareceu para Júnior à melhor opção no momento, pois ele pensava no conforto de sua pequena filha, ele só não esperava que neste dia sua família fosse passar pela maior provação de suas vidas. Ás 16:00 horas, já se aproximando do fim da viagem quando estavamos nas proximidades do município de mazagão, nós fomos surpreendidos por um carro que nos fechou em um declive acentuado em curva, os ocupantes do carro eram Júnior & Nayara, a filha Gabriela, também o taxista/motorista que não recordo o nome, e Aldir, colega de trabalho do Júnior... Neste momento o excesso de confiança do taxista e mais a imprudência do carro que vinha em sentido contrário foi fatal, o taxista desviou de uma colisão frontal mais não conseguiu manter o controle do carro em uma pista cheia de pedregulhos soltos que pipocavam para todos os lados quando entravam em contato com os pneus do taxi, fazendo com que o carro deslizasse a mercê da física e do que alguns chamariam de sorte, neste momento o carro encontrou um pequeno barranco na borda da pista, foi o suficiente para que o carro em que nós estávamos, um Fiat uno quatro portas começasse a capotar, foram aproximadamente de oito a dez capotagens, fazendo com que a porta traseira do veículo se abrisse e nos lançasse por mais de dez metros, os três ocupantes do banco de trás eram Júnior & Nayara e a pequena Gabriela, as conseqüências deste acidente foram muito graves, o motorista do taxi também foi lançado para fora do carro, ele teve muitas lesões pelo corpo que lhe levaram infelizmente a óbito, Júnior quebrou o braço, nariz e clavícula, uma concussão cerebral e varias escoriações pelo corpo que lhe dificultaram a locomoção por várias semanas, Aldir (amigo de Júnior do trabalho) foi o único que permaneceu dentro do carro agarrado ao cinto de segurança, o que lhe salvou a vida, a Gabriela (nossa filha) quase nada sofreu, apenas dois pequenos arranhões, ela teve uma super proteção, aquela proteção divina que nos deixa de boca aberta quando vemos acidentes envolvendo crianças que escapam milagrosamente, e além da ajuda que veio do céu ela também teve a proteção de sua mãe, que usou o corpo como escudo protetor para livrá-la de um baque mais grave, essa proteção livrou a Gabriela, mais teve um preço para Nayara, ao contrário dos demais ocupantes do carro que tentaram a todo custo se proteger, ela optou em proteger sua filha que estava em seu colo, seu corpo foi lançado com grande violência ao chão e com um peso extra, seu pescoço não agüentou a força da batida, isso fez com que duas vértebras cervicais se quebrassem, a sexta e a sétima, estas vértebras e seus pequenos pedaços de ossos lesionaram a medula espinhal, quatro costelas trincaram e sua escápula sofreu também uma fratura, fora as escoriações pelo corpo que lhe deixaram cicatrizes para o resto de sua vida, mais nada disso foi pior que a lesão em sua medula espinhal, pois foi esta lesão que a deixou tetraplégica, ou seja, sem movimentos do pescoço para baixo, após cirurgia complicadíssima as notícias dos médicos eram de que ela ficaria como o ator que interpretou o super homem no cinema, vegetando pelo resto de sua jovem vida.


                                                           No Hospital Sarah kubitschek


Foram dias difíceis para nós, visto que tudo era muito novo, achávamos que o mais complicado de se ficar em uma cadeira de rodas era não poder andar, mais estávamos descobrindo na prática que havia outras complicações para quem vive nestas condições, como fazer cateterismo vesical para esvaziar a bexiga, pois quem possui lesão medular grave não consegue mais ter o controle na hora de suas necessidades fisiológicas, precisam também de ajuda para defecar, tomar banho, se vestir, se locomover, não podem ficar na mesma posição por muito tempo como forma de prevenir as escaras, que são lesões graves na pele, sofrem de disreflexia autonômica, que é um aviso do corpo de que algo está errado e este aviso vem acompanhado de uma forte dor de cabeça que os fazem chorar de dor, sem contar um aumento da pressão sanguínea tão intenso que pode levá-los a uma parada cardíaca, fora os gastos financeiros imensos, com fraldas geriátricas, injeções anticoagulantes, que previnem formações de trombos, materiais de cateterismo, remédios, enfim uma lista sem fim de obstáculos, que fazem com que as pessoas com lesão medular vivam sempre no limite de um ataque de nervos, e obviamente que uma rotina destas não envolve somente quem sofreu a lesão, no nosso caso envolveu dois jovens recém casados e uma criança de 3 anos, cheios de planos, e com uma vida toda pela frente e uma lista infindável de sonhos, e você que lê esta reflexão neste momento deve estar pensando no quanto este casal era feliz, e de que forma uma situação como esta tornaria inviável imaginar um desfecho feliz para eles, e realmente você tem razão, em uma de nossas muitas idas ao hospital Sarah em Brasília, ficamos sabendo que em situações como a nossa, a maioria dos casais levam uma média de seis meses para se separarem, a pressão é grande demais para quem tem a obrigação de cuidar do outro, no caso de Júnior que desejava ter mais filhos, viajar, trabalhar, enfim ser feliz com sua esposa e seus filhos estava claro que teria que lutar muito para se manter firme em seu casamento, pois ele via nas palavras dos médicos seus sonhos sendo desmoronados, e na parte financeira estávamos acumulando dívidas por conta do tratamento da Nayara, pois o Júnior tinha largado seu emprego como profissional Biomédico concursado, para poder cuidar de sua esposa em tempo integral, tivemos que mudar de cidade e voltar para a capital do estado, a nossa vida estava um caos!!! Só nos sobrou uma coisa intacta, a FÉ, e foi nela que nos apegamos. Deus começou a operar maravilhas em nossas vidas de forma tão amorosa e sobrenatural que nos deixava constrangidos com tanta atenção que Ele nos proporcionava, e através de nosso Senhor Jesus Cristo milagres começaram a acontecer em nosso meio, Nayara antes diagnosticada "um vegetal", já mexia os braços, os dedos, e com muito esforço, levemente também mexia os dedos do pé... Passou a ter sensibilidade em seu corpo todo, inclusive nas pernas, isso a permitiu continuar experimentando o amor entre homem e mulher, o que nos proporcionou o prazer de contemplar quase um ano e meio depois do acidente o nascimento de nossa filha Raphaela, que também possui um testemunho de vida poderoso... Mas isso ficará para uma próxima reflexão.. Deus foi nos moldando conforme a sua soberana vontade e usando o nosso testemunho de vida para alcançar outras pessoas sedentas por amor, fé e felicidade, a verdadeira felicidade, aquela que não é instantânea, passageira, ou que precisa ser estimulada com bebedices, festas, farras, orgias, prostituição, drogas, dinheiro, enfim, tudo aquilo que destrói e escraviza a alma do homem, mas sim, a alegria de Deus, aquela que vem através de Jesus Cristo.

“A alegria do Senhor é a nossa força” (Neemias 8:10).

Júnior & Nayara, hoje possuem duas filhinhas lindas, Nayara trabalha como caixa em um grande banco privado, Júnior hoje prega a palavra de Deus, pois Deus o chamou para pastorear, eles vivem uma vida feliz e quem os conhece sabe que tudo aqui descrito é verdade.

"No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo" (1 João 4:18).

Deus não é só o criador do amor, Deus é amor, e quando conhecemos o amor na sua essência suprema, no seu sumo, passamos a compreender a verdadeira função do amor aqui na terra que é simplesmente o de cuidar.

"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor" (1 João 4:8).

Deus operou milagres em nossas vidas e também quer operar na sua vida, tão somente creia! pois Deus quer te abençoar e te guardar debaixo da graça de nosso Senhor Jesus Cristo, aquele que se entregou por amor a mim e a você.

Quem quiser saber mais detalhes clique aqui...

14 comentários:

  1. Que Testemunhal, confesso que li e chorei.. Deus é Maravilhoso em nossas vidas, desejo a Vocês Junior e Nayara toda a Paz e Toda a felicidades.

    Nayara você sempre sera nossa "Piratinha" teus amigos te amam. sua familia é linda e abençoada.

    Um Beijo de um amigo que ta destante, mas que sempre Amou todos. Felicidades ao Casal Estou super emocionado.

    ResponderExcluir
  2. Tenho orgulho de ser dessa familia... Nayara e Juninho... vocês são exemplo de vida, determinacao e principalmente de que o amor ultrapassa todas as barreiras. Desejo toda felicidade do mundo a vocês.

    Bjs Nara Velasco

    ResponderExcluir
  3. O tempo passa e com ele vem a distância.. mas a verdadeira amizade permanece mesmo com todas as adversidades..Fico muito feliz por essa família abençoada, com força para vencer todos os obstáculos e, cada vez mais, oro pela alegria e realizações de vocês..
    um beijo grande.

    ResponderExcluir
  4. FIQUEI EMOCIONADA!!!!
    PEÇO A DEUS EM NOME DE JESUS QUE OS ILUMINE HOJE E SEMPRE!!!!
    FAMILIA SEMPRE UNIDA PELA FÉ!!!! PERMANECE UNIDA
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  5. Mais do que emocionada, me senti tocada por cada palavra aqui escrita, na certeza de que temos um pai zeloso e fiel.
    Agradeço mais uma vez a esse Deus pelo fôlego de vida e sei que ele esta com suas mãos poderosas estendidas sobre os que verdadeiramente lhe amam, especialmente nos momentos de maior provação.
    Quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com jubilo, trazendo seus feixes (Sl 126-6)


    Que vcs continuem firmados na rocha e sejam agraciados com as mais grandiosas bençãos do Senhor,

    Obrigada Deus, por essas vidas preciosas, m e sinto edificada por esse testemunho,

    Deus seja Louvado!

    ResponderExcluir
  6. Maria de Lourdes "Preta"13 de dezembro de 2010 21:22

    TIVE A ALEGRIA DE CONHECER ESSA PESSOA ABENÇOADA. FOI E É PARA MIM UMA INSPIRAÇÃO, POIS ESTAVA PASSANDO PELOS MESMOS PROBLEMAS,E ME EMOCIONO SEMPRE, POIS ELES ME MOSTRAM UM DEUS VIVO, E QUE NOSSOS DASAFIOS NÃO SÃO NADA PARA AQUELE QUE CRÊ...

    Família agraciada por Deus... Bjs

    ResponderExcluir
  7. Nossa que História,fiquei emocionada!...que Deus esteja sempre com a família de vcs,abençoando sempree!

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo, realmente fiquei muito emocionado, Deus é tremendo mesmo, opera maravilhas !

    Junior & Mayara desejo todo o amor divino na vida de vcs, que o Pai abençoei eternamente a familia.

    Abraço Joseferson Farias

    ResponderExcluir
  9. Acabei de ler seu testemunho, soube através de uma prima que mora em Macapá (Solange Brandão). Sempre acreditei que os milagres são para os que crerem e não para os que querem. "É para o auto que levanto os meus olhos de onde virá o meu socorro?. O meu socorro virá do SENHOR que fez o céu e a terra". Sou católico e acredito em MILAGRES. Parabéns e sigam em frente.
    Brandão/Imperatriz,Ma.

    ResponderExcluir
  10. Amiga fiquei muito emocionada, parece caso ficticio, ate pq a gente nunca acha q vai acontecer com a gente, mas Deus sempre está por perto p/nos livrar de todos o males, espero q vc seja muito feliz ao lado de seu amor e suas filhas e que vc tenha um vida maravilhosa, ppois vc nasceu de novo!!

    ResponderExcluir
  11. "por maiores q sejam nossos sonhos, os sonhos de Deus sao maiores pra nós", Deus abençoe, vc e sua família.

    ResponderExcluir
  12. Quando entregamos nossas vidas verdadeiramente a Deus, os propósitos d'Ele se cumprem de de formas que as vezes são difíceis de entender, mas que sem sombra dúvidas, são das melhores.. Me sinto feliz de conhecer os dois de perto, e de ver o quanto são usados por Deus, e testemunhar dessa fé que continua intacta e inabalável..

    ResponderExcluir